PSPE
PSPE
12 Mar
Afeganistão: Europa tem de evitar retrocesso

Afeganistão: Europa tem de evitar retrocesso

A União Europeia “tem que a todo o custo evitar um retrocesso e catastrófico que apagaria os esforços financeiros e humanitários e os sacrifícios humanos de muitos civis e militares” no Afeganistão. Uma opinião defendida por Ana Gomes durante a sessão plenária de Estrasburgo.

 

A deputada considera o acordo de paz que está a ser negociado entre os Estados Unidos e os talibãs “muito preocupante” porque “não inclui as vozes das mulheres afegãs, dos jovens do país da sociedade civil, nem do governo democraticamente eleito”.

 

“Os ganhos obtidos com essas batalhas duramente conquistadas estão sob ameaça à custa de um acordo que exclui os nossos interesses - do povo afegão e da União - e ignora que seja dada representação e voz a todos aqueles que eram então oprimidos”, sublinha Ana Gomes.

 

Assim, a deputada defendeu que a União Europeia tem de “ser firme e impedir o regresso dos talibãs ao poder”.

 
 
 

Inscreva-se e receba notícias dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu