Dívidas públicas elevadas devem motivar debate alargado

Dívidas públicas elevadas devem motivar debate alargado

12.11.2020

Margarida Marques convidou a Comissão Europeia a lançar “um debate alargado” nas instituições internacionais “competentes e com os atores apropriados” sobre como lidar com os elevados níveis de dívida pública e como criar condições para promover investimento sustentável.

“A pandemia está a ter um impacto brutal nas finanças públicas” promovendo “quedas históricas” do produto interno bruto. “Déficits superiores a 10% e em Estados-membros longe de ficarem abaixo dos 3% no curto prazo” e “dívida pública quase a chegar aos 200%” foram alguns dos exemplos apontados pela deputada.

Ao intervir na sessão plenária de Bruxelas, Margarida Marques apelou a uma reforma das regras orçamentais. “Os efeitos da pandemia nas dívidas públicas não é um problema de um país, nem da Europa. Está a ser, dificilmente seria diferente, um problema global”, observou a deputada.