O Parlamento Europeu aprovou esta semana o relatório de iniciativa sobre a Estratégia UE-África, em que fui negociador em representação dos Socialistas e Democratas que defende o fortalecimento da relação multilateral entre os dois continentes, com base numa parceria entre iguais, em que a relação doador-beneficiário é substituída por uma aposta na cooperação  política, económica, social e ambiental, focada nos objetivos do desenvolvimento sustentável e no respeito mútuo pelo estado de direito, pelos direitos humanos e pela democracia.

Carlos Zorrinho

Twitter Facebook

A Comissão Europeia apresentou nos últimos dias, a sua proposta para a criação de um Certificado Verde Digital, que irá permitir simplificar e agilizar a circulação de pessoas dentro do espaço da União, durante o período da pandemia de Covid-19. Considero que esta medida é muito importante pois só com um sistema único, coordenado e de carácter voluntário, poderemos evitar qualquer tipo de discriminação e problemas entre países, facilitando assim o retorno à normalidade de movimentação, algo que é fundamental para os cidadãos, para a economia e para as nossas sociedades.

Isabel Santos

Twitter Facebook

Em 2014, o S&D propôs uma Garantia Europeia para a Infância para enfrentar a pobreza infantil que, na União Europeia, afeta uma em cada cinco crianças. A proposta para esse instrumento foi finalmente apresentada pela Comissão sob a forma de uma recomendação do Conselho. Se adotada, os Estados-Membros terão de apresentar planos de ação nacionais que demonstrem como vão assegurar as necessidades básicas de todas as crianças, da nutrição à habitação, da educação à saúde. Trata-se, sem dúvida, de uma importante vitória política do S&D.

Manuel Pizarro

Twitter Facebook

Sempre vigilantes!

Erdogan anunciou a retirada da Turquia da Convenção de Istambul. Esta decisão representa um retrocesso imenso na luta pela dignidade das mulheres turcas, e cria as condições para legitimar o que vinha já sendo uma tendência visível na sociedade: o aumento do feminicídio e da violência doméstica. A retirada da Turquia desta Convenção, tendo sido para mais o primeiro país a ratificá-la, confirma a linha conservadora de Erdogan relativamente ao papel de subalternidade da mulher.

Tal como na Europa das extremas-direitas, na Turquia de Erdogan, os movimentos religiosos e tradicionais defendem o regresso da mulher ao lar e à maternidade, ao mesmo tempo que encaram a luta das mulheres como um instrumento que desafia a sacralidade da família e se põe ao serviço da ideologia de género. A capacidade de ação das associações e grupos de mulheres turcas que defendem o empoderamento e libertação das mulheres está claramente posta em causa. Mas será da afronta que emergirá mais força e mais determinação na luta por todas as mulheres e por todas as identidades de género!

Isabel Estrada Carvalhais

Twitter Facebook

"Cimeira Social do Porto servirá para colocar a Europa Social no topo da agenda política."

Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia

 

A Presidente da Comissão Europeia disse-o. Concordo e acrescento: a Europa Social deve estar, sempre, no topo da agenda política da União Europeia. Enquanto existirem na Europa assimetrias, dificuldades e necessidades várias, as políticas socias têm que ser prioridade. Sempre. Será assim que podemos melhorar em concreto a vida de milhões pessoas. Será assim que combatemos melhor populismos e liberalismos miríficos.

Pedro Marques

Twitter Facebook

Nesta imagem, uma manifestante mostra a foto de uma mulher morta na Turquia às mãos de um homem. Este foi um dos muitos protestos contra a decisão do Presidente Erdogan de abandonar a Convenção de Istambul, que tem como objetivo a prevenção e o combate à violência contra as mulheres. Numa altura em que este tipo de violência está a aumentar em todo o mundo, esta é uma decisão inaceitável!

Maria Manuel Leitão Marques

Twitter Facebook

O Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, divulgou esta semana uma mensagem política forte a propósito do Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial. Apontando o dedo às preocupantes manifestações de racismo, xenofobia e intolerância para com minorias étnicas que se fazem sentir de forma crescente em diversos pontos do Mundo, Guterres dirigiu-se de modo especial aos jovens e lembrou a todos que “a supremacia é uma mentira perigosa” e que “o racismo mata”. Uma mensagem importante e muito oportuna.

Pedro Silva Pereira

Twitter Facebook

O Homem que Gostava de Cães, Leonardo Padura, Porto Editora

As viagens regulares de avião Lisboa-Bruxelas não podem ser só momentos para ler papeis que nos acompanham regularmente. Escolhi este romance agora para leitura. “Um romance que nos dá um retrato impiedoso da utopia mais importante do Século XX”. Diria eu “utopias”, porque é de utopias que trata. Dedico esta referência aos meus amigos e amigas que o são, ou que ao longo das suas militâncias políticas se afirmaram trotskistas, ou não afirmaram, sendo-o.

Margarida Marques

Twitter Facebook

Se não conseguir visualizar correctamente este email clique aqui

Para mais informações consulte a página dos Socialistas Portugueses no Parlamento Europeu: http://www.pseuropa.pt/web/
Para remover o seu email desta mailling list por favor clique aqui